Infor- Janeiro-marco 2015

//Infor- Janeiro-marco 2015

Infor- Janeiro-marco 2015

O problema fundamental e importante deste acontecimento (110 anos) está no sentido de que devemos procurar o nosso ponto de partida, para cultivar a experiência-base, seja porque já esteve presente desde o início, seja porque precisa se fazer presente, ainda mais, em nossa vida consagrada. O compromisso com o irmão, o entusiasmo apostólico pode ser mediação valiosa para descobrirmos a dimensão fundamental do: “Meu Deus e meu Tudo” que é a raiz.
Como vivemos num mundo secularizado, onde se valorizam as ações, a eficiência, o trabalho, é normal que as vocações surjam a partir do interesse pelo agir, porém a Formação deve levá-las ao núcleo de nossa experiência fundante, para
permanecermos vivas enquanto participamos da seiva vinda da raiz.
Toda árvore boa dá bons frutos…
Pelos seus frutos as conhecereis
“(Mt 7,17-20).

[calameo code=00269713145a639f5c869 width=300 height=194  ]

By | 2015-02-24T22:42:42+00:00 janeiro 23rd, 2015|Informativos|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment